Guarda compartilhada

Por em 22/07/2019


Se eu optar pela guarda compartilhada não precisarei pagar pensão alimentícia? A verdade: guarda compartilhada não livra o alimentante (na maioria das vezes pai) da obrigação de pagar a pensão para o filho. Primeiro, para o tema ser melhor entendido, deve-se saber o que é guarda compartilhada, que é quando as responsabilidades, obrigações, e a tomada de decisões sobre a vida da criança são divididas, ou seja, compartilhadas entre as pessoas que possuem essa guarda. E não se pode confundir com “Guarda Alternada”, que é a divisão do tempo de permanência da criança com cada um dos detentores da guarda (que são geralmente os pais). Nesse caso a criança reside com os dois pais, de forma alternada, sendo um tempo com um e outro tempo com outro. Na guarda compartilhada, a criança irá conviver e será educada por ambos os pais, mesmo que estes não estejam mais convivendo sob o mesmo teto. A criança poderá ter uma residência fixa, mas serão estabelecidos vários dias e horários para que conviva com o pai/mãe com quem não mora, buscando-se, assim, um convívio equilibrado e o fortalecimento da relação afetiva tanto com o pai, quanto com a mãe.


Dia da Constituição Brasileira

A Constituição é a primeira e mais importante voz do direito aos ouvidos do povo.

Ver mais
Agência Nacional de Saúde Suplementar

A ANS pede que planos de saúde continuem a atender quem atrasar pagamentos.

Ver mais
Guarda compartilhada

Se eu optar pela guarda compartilhada não precisarei pagar pensão alimentícia?

Ver mais
Conta de energia

Você sabe como fazer a leitura da sua conta de energia? Se não sabe, fique atento!

Ver mais
Auxílio doença

Todo trabalhador no regime da Previdência Social tem direito ao auxílio-doença quando impedido de trabalhar por mais de 15 dias.

Ver mais